Chamados para Servir

Despenseiros da Graça

"Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. Se alguém fala, fale de acordo com os oráculos de Deus; se alguém serve, faça–o na força que Deus supre, para que, em todas as coisas, seja Deus glorificado, por meio de Jesus Cristo, a quem pertence a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém!" (1 Pedro 4:10-11).

Observamos claramente neste texto que o Senhor convoca todos nós (sem exceção) ao serviço cristão. Ele presenteou graciosamente a cada um de nós com dons espirituais, essas dádivas celestiais que são habilidades especiais para o benefício alheio.

Tais habilidades não são inerentes a nós mesmos, nem são adquiridas com nosso esforço. Elas vêm através do poder do Espírito Santo que habita em todos nós que cremos que Jesus Cristo é o nosso salvador. Elas não nos pertencem. Não temos sobre elas o direito de propriedade. Elas pertencem a Deus, e são concedidas por Deus visando o benefício do povo de Deus.

Um despenseiro administra bens alheios. Ele é incumbido pelo legítimo dono da tarefa de gerenciar algo, em conformidade estrita com as prescrições que recebe. Nossas prescrições são claras: beneficiar uns aos outros com os dons que recebemos. Eles não nos foram dados para ficarem guardados e inertes. Dons demandam serviço e, obviamente, parte do nosso tempo dedicado a usá-los adequadamente.

O texto classifica todo serviço à igreja em dois tipos: falar e servir. Todo aquele que recebeu dons relacionados à oratória e didática devem usá-los em conformidade inegociável com a Palavra de Deus. Não há a licença para se falar o que se bem entende! Da mesma maneira, todo aquele que recebeu dons relacionados ao desempenho das demais tarefas necessárias ao bom funcionamento da igreja, deve aplicar-se a realiza-las porque Deus lhe dará forças. Não há lugar para desculpas e justificativas!

Tanto aquele que fala quanto aquele que serve devem visar sempre e exclusivamente a glória de Deus e de Cristo. Jamais, em nenhuma circunstância, a sua própria.

Uma vez que Deus lhe chama e já lhe supriu de tudo o que você precisa, basta você escolher onde (em qual dos nossos ministérios) será o despenseiro da Sua multiforme graça!

Vlademir Hernandes